Bryce Canyon e afins

Publicado: 5 de setembro de 2011 em Rota 66 - 2011, Viagens

Hoje vimos tanta coisa interessante que certamente esquecerei algo. Iniciamos o dia com um café na localidade do Mexican Hat. Saímos para a rota agora já buscando retorno para o Oeste. Só pegamos estradas estaduais (Utah). Pistas muito bem conservadas mas simples.

Próximo ao Mexican Hat está o Valley of Gods que faz completamente juz ao nome. Devemos ter subido muito rapidamente uns 2.000 feet, chegando no alto de um plato. Pegamos um trecho de subida de estrada sem pavimentação ou guard ralis. Mas a vista lá de cima compensou o esforço. Esse site tem umas fotos mostrando as estradas de terra que pegamos (por poucas milhas): http://www.planetware.com/picture/mexican-hat-valley-of-the-gods-us-ut411.htm.

Na sequência o cenário mudou, e a estrada era cercada de árvores e um clima bem mais ameno. Interessante como a natureza muda em poucos minutos totalmente.

Um caso a parte foi nosso sofrimento no abastecimento. Cada posto usa um método diferente mas todos tem em comum que que você mesmo coloca a gasolina no veículo. Acho que demoramos quase 1 hora nos primeiros abastecimentos. Paga primeiro, paga direto na própria bomba, paga depois de consumir, passa o cartão antes e já coloca o valor, passa o cartão mas só debita o valor depois do uso. Enfim, uma grande confusão. Mas depois de apanhar muito já estamos craques.

Paramos num lago com uma completa infraestrutura para barcos e nos certificamos de estar no caminho certo (sim, andamos meio perdidos às vezes). Conversamos com um casal de suíços que faziam uma rota semelhante a nossa mas estavam de trailer. Pelo que andamos discutind,o nossa idéia é fazer uma rota na europa ano que vem e eles nos deram a maior força, dizendo que o passeio é ótimo.

Poucas milhas após o lago paramos num ponto de vista de onde podíamos ver o lago e todas as formações rochosas. Que cenário incrível!

Nesse local cruzamos novamente com o grupo de brasileiros da Apex que vinha fazendo um roteiro muito parecido com o nosso. Eles devem estar em pelo menos 15 motos e mais de 20 pessoas. Andar com guia e carro de suporte tem suas vantagens, especialmente para quem não tem muita experiência pilotando moto ou viajando. Maastricht foi consenso dentre nós que a nossa opção de apenas alugar as motos foi a melhor para a gente pela liberdade que nos dava.

Mais pro fim da tarde, chegando em Bryce Canyon, passamos por uma estrada incrível feita no topo de uma serra, tendo quedas em ambos os lados da estrada. Que visual magnífico!

Mais algumas milhas e chegamos no hotel. Agora já pegamos as manhas para poder tomar uma cerveja. Como nos EUA os bares fecham cedo, só largamos as coisas no quarto.e.fomos direto jantar. Fomos.super bem atendidos no restaurante do Bryce Canyon Resort. Quando saímos já era tarde e estava até mesmo bem frio pelas temperaturas que pegamos durante o dia.

Temos tirado fotos com as câmeras não com celular, assim fotos melhores só quando voltarmos ao Brasil. Achei que em todo lugar haveria rede mas não é bem assim, maioria não existe ou é pago. Além disso tenho feito vídeos numa câmera adaptada ao capacete. Quero fazer ou mandar fazer uma compilação com os melhores momentos. Deve sair um dvd. Em breve, nas melhores lojas do ramo. 😛

Anúncios
comentários
  1. Dudu disse:

    O Ricardo, irado esse blog. A viagem ta animal hein?

    Vou te contar uma coisa em off. O MG foi demitido do Goiás, não fala pro Zaia se não estraga a viagem de vocês hahahaa.

    Abraço

    Dudu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s