PLAYBOY elege as melhores cachaça do país

Publicado: 16 de maio de 2012 em Comidas e bebidas
Tags:, , ,

A revista lança seu terceiro ranking do produto

A proliferação de cachaçarias indica que a bebida vem alcançando o devido respeito, principalmente entre as classes média e alta. No Brasil, existem cerca de 30 mil produtores e 5 mil marcas. A produção anual já atinge 1,4 bilhão de litros que alcança os dois tipos da bebida: artesanal (20%) e industrial (80%).

Em texto impecável do jornalista Bruno Lazaretti, da contribuição de 22 jurados e dois degustadores especialistas, Bel Coelho e Leandro Batista, a revista Playboy escolheu novas vinte eleitas em universo de mais de quatro mil marcas de cachaça do país. Minas Gerais, principal estado produtor de cachaça artesanal do país, teve 11 marcas eleitas (55%). O município norte-mineiro de Salinas, tido como capital nacional da cachaça, teve 5 marcas eleitas (25%) – Anísio Santiago/Havana, Canarinha, Seleta, Boazinha e Lua Cheia – confirmando, mais uma vez, a tradição do município em produzir ótimas cachaças.

A participação da marca Anísio Santiago/Havana é um caso à parte no ranking. Duas vezes campeã em 2009 (edição de agosto) e 2011 (edição de julho) e vicecampeã em 2007 (edição de abril), ainda foi campeã em 1990 (edição de abril) em ranking da revista em fase embrionária. No ano passado também foi campeã em ranking promovido pela revista Veja. Esses títulos ratificam e demonstram a firmeza da família de Anísio Santiago em manter a tradição. O filho Osvaldo Santiago, sucessor na fabricação do produto, disse em 2002, quando do falecimento do pai, que a família faria de tudo para manter a tradição e o modo de fazer forjado pelo pai.

Dito e feito, pois os títulos estão aí para mostrar. Muitos perguntam qual é o segredo dessa marca lendária que consegue perpetuar um padrão de qualidade que vem desde a década de 1940. Osvaldo Santiago dá a dica ao dizer que “Não pode ter usura. Produzir pouco e deixar envelhecer por muitos anos. Temos um foco na pequena escala de produção”.

Segue abaixo as eleitas do novo ranking da tradicional revista Playboy 2011:

1º. lugar: Anísio Santiago/Havana (Salinas, MG)

2º. lugar: Vale Verde (Betim, MG)

3º. lugar: Claudionor (Januária, MG)

4º. lugar: Germana (Nova união, MG)

5º. lugar: Canarinha (Salinas, MG)

6º. lugar: Serra Limpa (Duas Estradas, PB)

7º. lugar: Maria Izabel (Parati, RJ)

8º. lugar: Seleta (Salinas, MG)

9º. lugar: Sagatiba Preciosa (Ribeirão Preto, SP)

10º. lugar: Germana Heritage (Nova união, MG)

11º. lugar: Mato Dentro Prata (São Luis do Paraitinga, SP)

12º. lugar: Cachaça da Tulha Ouro (Mococa, SP)

13º. lugar: San to Grau Coronel Xavier Chaves (Cel. Xavier, MG)

14º. lugar: Boazinha (Salinas, MG)

15º. lugar: Lua Cheia (Salinas, MG)

16º. lugar: Casa Bucco Ouro (Bento Gonçalves, RS)

17º. lugar: Nêga Fulô (Nova Friburgo, RJ)

18º. lugar: Armazém Vieira Safira (Florianópolis, SC)

19º. lugar: Weber Haus (Motim, RS)

20º. lugar: Rainha das Gerais (Curvelo, MG)

http://www.vomilano.com.br/novidades/playboy-elege-melhores-cachaca-do-pais

Anúncios
comentários
  1. josé mario novaes disse:

    Acompanho todos os anos o ranking da cachaça publicado pela revista. Tenho na minha coleção tgdas as marcas eletas ano após ano. como comprar esta garrafa com este rótulo especial.
    parabens a todos pela iniciativa

  2. Scobar disse:

    Olá pessoal.

    Bom vamos lá, já a algum tempo venho sendo leitor desse maravilhoso site e o considero como o melhor nesta área. Tenho 49 anos e a mais de 20 aprecio degustar uma ótima cachaças, não me considero uma excelência, mais acredito ser um profundo conhecedor.
    A alguns anos quando a revista PlayBoy lançou seu primeiro ranking de cachaças, como eu já conhecia todas as listadas e algumas outras e não pude concordar totalmente com o mesmo, achei que faltaram algumas e outras não deveriam figurar na no ranking, não que essas cachaças não fossem boas, mais sabia da existência de outras muito melhores.
    O tempo foi passando e outros ranking além dos da Playboy foram surgindo e continuei não concordando totalmente com os mesmos, a presença de algumas e a falta de outras me levaram a tentar entender o que estava ocorrendo, será que meu paladar era tão diferente!! Não creditando que tivesse um paladar tão diferenciado resolvi tirar minhas dúvidas, todas as vezes que estava com amigos que apreciam essa maravilha, fiz um teste cego, onde colocava uma das cachaça que eu entendia que não deveria estar no ranking e uma outra que acreditava que deveria estar e para surpresa desses meus amigos e não minha, quase sempre o resultado era favorável a cachaça que eu havia escolhido.
    Neste momento foi que minhas dúvidas aumentaram, pois a diferença não estava em meu paladar pelos resultados que encontrei, em algum outro motivo, resolvi então analisar os ranking e descobri que as cachaças listadas nos ranking eram basicamente sempre as mesmas, mudava uma ou outra cachaça e sempre os nomes que apareciam eram só de cachaças mais conhecidas e não das melhores, porém depois de muito pensar eu descobri o motivo. Achei tudo isso muito estranho resolvi então verificar e em minhas analises acredito ter descoberto o motivo. O problema não estava nos degustadores que fizeram o ranking, mas na falta de conhecimento de um universo maior de nossa cachacinha amada, comecei a verificar nas matérias as indicações de onde beber as mesmas e resolvi visitar os bares e outras casa que eu ainda não conhecia e em todos esses lugares percebi que os cardápios são praticamente iguais, nada de novo ou diferente, alguns com 70, 80 cachaças em seu cardápio, outros 130, 150 mais sempre algo muito parecido.
    Por isso resolvi escrever esse longo texto para tentar colaborar com um futuro ranking, que mesmo que seja igual aos que já foram feitos, que tenham basicamente a mesmas cachaças, será mais realista, pois serão degustadas um universo muito maior cachaças, para que isso ocorra os degustadores deveriam frequentar casas que tenham um cardápio mais diversificado saindo da mesmice, algo mais extenso e que tenha cachaças de varrias áreas do pais, deixo como sugestão o maior cardápio que conheço que é o do Gogó da Ema na região do Morumbi em São Paulo, com mais de 900 rótulos diferentes e entre eles estão todas as citadas em todos os rankings.

    Cachaças que faltaram:

    – CORREINHA
    – SANTO GRAU SEX 18
    – PINISSILINA
    – SALINAS
    – 30 LUAS
    – REPUBLICANA
    – ALDEIA
    – VELHO PESCADOR

    Um grande abraço a todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s